sábado, 10 de maio de 2014

MASS EFFECT 1 - SHEPARD ENCONTRA SOVEREIGN: O MELHOR DO JOGO



No planeta Virmire, o comandante Shepard encontra outra baliza, de origem protheana.  É quando se dá a conversa com Sovereign, representante de uma raça de máquinas inteligentes que a cada 50.000 anos reinicia o ciclo de destruição de toda forma de vida orgânica.


Sovereign - You are not Saren.
(Você não é Saren.)


Tali - What is that? Some kind of VI interface?
(O que é isso? Algum tipo de interface de inteligência virtual?)


Sovereign - Rudimentary creatures of blood and flesh. You touch my mind, fumbling in ignorance, incapable of understanding.
(Criaturas rudimentares de sangue e carne. Vocês alcançam a minha mente, confusos na ignorância, incapazes de compreender.)


Tali: I don't think this is a VI...
(Não creio que isto seja uma VI...)


Sovereign: There is a realm of existence so far beyond your own you cannot even imagine it. I am beyond your comprehension. I am Sovereign.
(Há um reino de existência muito além do seu próprio o qual vocês sequer podem imaginá-lo. Eu estou além da sua compreensão. Eu sou Sovereign.)


Shepard: Sovereign isn't just some Reaper ship Saren found. It's an actual Reaper!
(Sovereign não é somente uma nave Reaper encontrada por Saren. É um Reaper!)


Sovereign: Reaper? A label created by the Protheans to give voice to their destruction. In the end, what they choose to call us is irrelevant. We simply are.
(Reaper? Um rótulo criado pelos Protheanos para dar voz à sua destruição. No fim, o que eles escolheram para nos denominar é irrelevante. Nós simplesmente somos.)


Tali: The Protheans vanished 50.000 years ago. You couldn't have been there. It's impossible!
(Os Protheanos desapareceram há 50.000 anos. Vocês não poderiam ter estado lá. É impossível!)


Sovereign: Organic life is nothing but a genetic mutation, an accident. Your lives are measured in years and decades. You wither and die. We are eternal. The pinnacle of evolution and existence. Before us, you are nothing. Your extinction is inevitable. We are the end of everything.
(A vida orgânica nada mais é do que uma mutação genética, um acidente. Suas vidas são medidas em anos e décadas. Vocês envelhecem e morrem. Nós somos eternos. O auge da evolução e da existência. Diante de nós, vocês não são nada. Sua extinção é inevitável. Nós somos o fim de tudo.)


Shepard: There is an entire galaxy of races united and ready to face you.
(Há uma galáxia inteira de raças unidas e prontas para enfrentá-los)

Sovereign: Confidence born of ignorance. The cycle cannot be broken.
(A confiança nasce da ignorância. O ciclo não pode ser interrompido)


Tali: Cycle? What cycle?
(Ciclo? Que ciclo?)


Sovereign: The pattern has repeated itself more times than you can fathom. Organic civilizations rise, evolve, advance. And at the apex of their glory, they are extinguished. The Protheans were not the first. They did not create the Citadel. They did not forge the mass relays. They merely found them, the legacy of my kind. 
(O padrão foi repetido mais vezes do que vocês conseguem imaginar. Civilizações orgânicas crescem, evoluem, avançam. E no ápice de sua glória, elas são extintas. Os Protheanos não foram os primeiros. Eles não criaram a Citadel. Eles não forjaram os mass relays. Eles apenas os encontraram, o legado de minha espécie.)


Shepard: Why would you construct the mass relays, then leave them for someone else to find?
(Por que vocês construiriam os mass relays e os deixariam para que alguém os encontrasse?)


Sovereign: Your civilization is based on the technology of the mass relays, our technology. By using it, your society develops along the paths we desire. We impose order on the chaos of organic evolution. You exist because we allow it. And you will end because we demand it.
(Sua civilização se baseia na tecnologia dos mass relays, nossa tecnologia. Ao usá-la, sua sociedade se desenvolve de acordo com os padrões que desejamos. Nós impomos ordem sobre o caos da evolução orgânica. Vocês existem porque nós o permitimos. E vocês perecerão porque nós o exigimos.)


Tali: They're harvesting us! Letting us advance to the level they need, than wiping us out!
(Eles nos estão abduzindo! Permitem-nos avançar ao nível de que necessitam, então nos exterminam!)


Shepard: What do you want from us? Slaves? Resources?
(O que querem de nós? Escravos? Recursos?)


Sovereign: My kind transcends your very understanding. We are each a nation. Independent, free of all weakness. You cannot even grasp the nature of our existence.
(Minha espécie transcende a sua própria compreensão. Nós somos uma nação. Independente, livre de toda a fraqueza. Vocês não podem alcançar a natureza de nossa existência.)


Shepard: Where did you come from? Who built you?
(De onde vocês vêm? Quem os construiu?)


Sovereign: We have no beginning. We have no end. We are infinite. Millions of years after your civilization has been eradicated and forgotten, we will endure.
(Nós não temos começo. Nós não temos fim. Nós somos infinitos. Milhões de anos após sua civilização ser erradicada e esquecida, nós resistiremos.)


Shepard: Where are the rest of the Reapers? Are you the last of your kind?
(Onde estão os demais Reapers? Vocês são os últimos de sua espécie?)


Sovereign: We are legion. The time of our return is coming. Our numbers will darken the sky of every world. You cannot escape your doom.
(Nós somos uma legião. O tempo de nosso retorno está chegando. Nossos números escurecerão o céu de cada mundo. Vocês não podem escapar de sua condenação.)


Shepard: You're not even alive. Not really. You're just a machine. And machines can be broken!
(Mas você não está vivo. Não de fato. Você é apenas uma máquina. E máquinas podem ser quebradas!)


Sovereign: Your words are as empty as your future. I am the vanguard of your destruction. This exchange is over.
(Suas palavras são tão vazias quanto o seu futuro. Eu sou a vanguarda da sua destruição. Esta troca está encerrada.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário